1. Home
  2. T1 - GIA - Rio Grande do Sul
  3. GRS000 – GIA – Rio Grande do Sul – Manual Completo

GRS000 – GIA – Rio Grande do Sul – Manual Completo

Versão 1.03 (14/09/2020)

 

1 – APRESENTAÇÃO

Este documento tem o objetivo de orientar o usuário na configuração e utilização do módulo GIA – Rio Grande do Sul, desenvolvido para o addon Triple One.

A GIA (Guia de Informação e Apuração do ICMS), além de apresentar informações de interesse econômico-fiscal, é a declaração que demonstra o imposto apurado pelo contribuinte em cada período de apuração.

Com obrigatoriedade de envio digital, através da Internet, a GIA reflete as informações do Livro Registro de Apuração do ICMS e deve ser entregue por todos os contribuintes classificados na categoria Geral no CGC/TE (Cadastro Geral de Contribuintes de Tributos Estaduais).

 

2 – INFORMAÇÕES INICIAIS

As informações que aparecem nas telas deste manual, utilizadas para preencher os campos do sistema, servem apenas para exemplificação e não devem ser consideradas como orientação sobre o conteúdo a ser preenchido ou sobre as regras fiscais vigentes. Sendo assim, cada usuário é responsável por toda informação a ser inserida no seu próprio sistema. Todos os exemplos foram elaborados na configuração padrão do SAP Business One.

Para facilitar a interpretação deste manual, utilizamos a cor azul para identificar o nome de qualquer campo de preenchimento, nome de tela ou dado do sistema e a cor verde foi utilizada para indicar os caminhos de menus a serem seguidos

 

3 – HABILITAÇÃO DO MENU GIA – RS

O módulo GIA – Rio Grande do Sul fica disponível para empresas que tenham o campo Estado configurado como Rio Grande do Sul. Portanto, se o módulo não aparecer ou estiver bloqueado, verifique o preenchimento do campo.

Esta verificação acontece de maneiras diferentes para empresas que contêm filiais e as que não contêm.

 

3.1 – Empresas Sem Filiais – Base Única

Para verificação do campo Estado em empresas de base única siga o caminho de menu:

Administração > Inicialização do sistema > Detalhes da empresa

 

Tela 1 – Verificação do campo Estado, empresa sem filiais

 

3.2 – Empresas Com Filiais – Base Multibranch

Já para as empresas que têm filiais o caminho é o seguinte:

Administração > Configuração > Finanças > Filiais

 

Tela 2 – Verificação do campo Estado, empresa com filiais

 

4 – PASSO A PASSO PARA GERAÇÃO DA GIA – RS

A GIA se baseia nas informações fornecidas na apuração do ICMS/ICMS-ST, por isso, a apuração do ICMS/ICMS-ST é a primeira etapa que deve ser feita, antes mesmo de acessar o módulo da própria GIA-RS.

 

4.1 – Geração da apuração de ICMS/ICMS-ST

A apuração de ICMS/ICMS-ST é feita na janela Apuração de impostos, acessível pelo seguinte caminho de menu:

Triple One > PROFIS – Procedimentos Fiscais > Apuração > Saldos e apuração

 

Tela 3 – Janela de Apuração de impostos

 

Na janela de Apuração de impostos, no primeiro campo do Período Contábil de, informe o período que deseja apurar para adicionar à GIA-RS. Pode digitar manualmente, obedecendo o formato AAAA-MM, ou, se preferir, selecione o período por meio do botão seletor. Uma nova janela se abrirá com os períodos disponíveis.

 

Tela 4 – Tela de seleção do período para apuração

 

Clique na linha do período, depois no botão Selecionar.

Depois de escolher o período correto, clique no botão Calcular apuração, localizado no canto inferior direito da tela Apuração de impostos, para executar a ação de apuração. Uma mensagem será exibida para alertar o usuário sobre o tempo que o processo pode levar.

 

Tela 5 – O tempo de processamento depende da quantidade de períodos selecionados

 

Clique em OK e aguarde. Assim que o processo for concluído, o período apurado é adicionado à tabela na janela Períodos apurados.

 

Tela 6 – No exemplo, o período de 2015-01 foi adicionado na apuração

 

Se um período foi adicionado incorretamente, é possível excluí-lo. Basta clicar na linha do período incorreto, depois, clicar no botão Excluir apuração, localizado ao lado direito do botão de Calcular apuração.

Os valores referentes ao FCP – ICMS e FCP – ICMS-ST, são somados aos valores de ICMS e ICMS-ST, respectivamente, para a escrituração no arquivo.

 

Observação: Mais detalhes sobre a geração dos saldos e apurações podem ser obtidos no manual T1_Manual_do_usuario_Profis, encontrado no portal de atendimento, acessível pelo endereço: http://chamados.skilljugaad.com.br/.

 

4.2 – Preenchimento das Informações Econômicas e do Contribuinte

Depois de apurar o período correto do ICMS/ICMS-ST, a segunda etapa é a de preenchimento das informações econômicas e do contribuinte.

Agora sim acessamos o módulo da GIA – Rio Grande do Sul. Siga o seguinte caminho de menu para abrir a janela GIA-RS:

Triple One > PROFIS – Procedimentos Fiscais > Arquivos Digitais > GIA – Rio Grande do Sul

 

Quando o módulo é acionado, a janela GIA-RS se abre no modo de "procura". Ou seja, para adicionar as informações econômicas e do contribuinte é preciso clicar no ícone , no menu do SAP Business One, para trocar para o modo "adicionar".

 

Observação: Quando o SAP Business One está em modo de "procura", os campos assumem a cor laranja, impossibilitando o usuário de preencher informações.

 

Já com o modo de "adicionar" ativo, selecione o Período que deseja adicionar na GIA-RS e informe o Faturamento, o Nº de empregados e o Valor da folha. Se a base for multibranch, a Filial também deve ser selecionada.

 

Tela 7 – Preencha as informações econômicas e do contribuinte

 

4.3 – Preenchimento dos Créditos

Após adicionar os dados econômicos do contribuinte, passamos para a etapa de preenchimento dos créditos.

 

4.3.1 – Aba Resumo

Na janela inicial da GIA-RS, logo depois de escolher o período, na aba Resumo que fica dentro da aba Principal, é possível conferir os valores totais dos créditos, separados por tipos de crédito.

 

Tela 8 – Valores totais de todos os créditos são mostrados na aba Resumo

 

Veja o que significa cada tipo de crédito:

 

  • Créditos por entradas: Neste campo são demonstrados todos os créditos, exceto os créditos que precisam ser detalhados nos outros campos. Os créditos por entrada são obtidos a partir da apuração realizada no tópico 4.1 – Geração da Apuração de ICMS/ICMS-ST.

 

  • Créditos por importação: Neste campo são demonstrados todos os créditos oriundos de notas de importação, ou seja, que foram cadastradas no sistema com CFOP iniciado pelo dígito 3.

 

  • Créditos por transferências: Neste campo são demonstrados todos os créditos oriundos de notas de transferência de crédito, ou seja, que foram cadastradas no sistema com o CFOPs 1601, 1602 ou 1605.

 

  • Créditos presumidos: Neste campo é demonstrado o somatório dos lançamentos efetuados no Anexo III na aba Entrada da tela GIA-RS, que são os lançamentos detalhados dos créditos presumidos.

 

  • Créditos por compensação: Neste campo é demonstrado o somatório dos lançamentos efetuados no Anexo IV na aba Entrada da tela GIA-RS, que são os lançamentos dos créditos por compensação por créditos indevidos.

 

  • Outros créditos: Neste campo é demonstrado o somatório dos lançamentos efetuados no Anexo XIV na aba Entrada da tela GIA-RS, que são os lançamentos detalhados de outros créditos.

 

4.3.2 – Créditos por Entrada, Exceto Importação (Anexo I e Anexo I.C)

Na aba Anexo I, que fica dentro da aba Entrada na tela GIA-RS, é demonstrada uma grade com a composição dos valores totais, agrupados por CFOP. Além disso, o total dos valores é demonstrado no campo Créditos por entrada, exceto importação.

 

Lembramos que essas informações são preenchidas automaticamente, a partir da apuração do imposto realizada no tópico 4.1 Geração da Apuração de ICMS/ICMS-ST.

 

Tela 9 – Exibição da aba Anexo I

 

Observe na imagem que existe um campo denominado Imp. excluídas. Este preenchimento corresponde à soma das colunas Base de Cálculo + Isent. Ou não trib. + Outras e ocorrerá automaticamente para os seguintes CFOPs:

1111-1113-1128-1303-1304-1305-1406-1407-1414-1415-1551-1552-1553-1554-1555-1556-1557-1901-1902-1903-1904-1905-1906-1907-1908-1909-1911-1912-1913-1915-1916-1920-1921-1922-1923-1924-1925-1933-1949-2111-2113-2128-2303-2304-2305-2406-2407-2414-2415-2551-2552-2553-2554-2555-2556-2557-2901-2902-2903-2904-2905-2906-2907-2908-2909-2911-2912-2913-2915-2916-2920-2921-2922-2923-2924-2925-2933-2949-3949.

Esse campo, Imp. excluídas, deve ser detalhado no Anexo I.C, de acordo com o que determina a legislação do Rio Grande do Sul. Para iniciar este detalhamento, selecione a seta amarela do campo Imp. excluídas.

Para a inserção das informações, é necessário clicar com o botão direito do mouse em cima da primeira linha e depois em Inserir Linha.

 

Tela 10 – Inserção de linha para detalhamento das importâncias excluídas

 

4.3.3 – Créditos Recebidos Por Transferências (Anexo II)

O preenchimento do detalhamento dos Créditos por transferências deve ser realizado na aba Anexo II que fica dentro da aba Entrada.

No cabeçalho da aba Anexo II, são exibidos os campos Créditos por transferências apurado, Créditos por transferências digitado e Diferença:

 

Tela 11 – Exibição da aba Anexo II

 

  • Créditos por transferências apurado:

Este campo é preenchido automaticamente, a partir da apuração do imposto realizada no tópico 4.1 Geração da Apuração de ICMS/ICMS-ST. São demonstrados os créditos oriundos de notas que foram cadastradas com os CFOPs 1601, 1602 ou 1605.

 

  • Créditos por transferências digitado:

Este campo é preenchido automaticamente, na medida em que é realizado o preenchimento de valores na tabela da aba Anexo II.

 

  • Diferença:

Este campo é preenchido automaticamente, com o resultado da diferença entre os valores dos campos Créditos por transferências apurado e Créditos por transferências digitado.

 

Sempre que o campo Diferença estiver destacado em vermelho, significa que há divergência entre o valor apurado de créditos por transferência (total dos CFOPs 1601, 1602 ou 1605) e o valor detalhado no próprio Anexo II.

Na medida em que o usuário efetua o preenchimento das linhas, o valor dos campos Créditos por transferência digitado e Diferença, são atualizados automaticamente:

 

Tela 12 – Preenchimento dos valores de créditos por transferência é feito na aba Anexo II

 

Quando a diferença atingir zero, o campo Diferença voltará à cor padrão, significando que o valor está correspondente com o apurado.

 

4.3.4 – Créditos Presumidos (Anexo III)

O preenchimento de informações dos Créditos Presumidos deve ser realizado no Anexo III, que fica dentro da aba Entrada. No cabeçalho da aba Anexo III, o campo Créditos presumidos é exibido.

 

Tela 13 – Exibição da aba Anexo III

 

Este campo é preenchido automaticamente, na medida em que os valores são inseridos na tabela da aba Anexo III.

 

Tela 14 – Valores são atualizados automaticamente a partir da tabela no Anexo III

 

4.3.5 – Créditos Por Compensação Por Pagamentos Indevidos (Anexo IV)

O preenchimento das informações dos Créditos por compensação por pagamentos indevidos deve ser realizado na aba Anexo IV, que fica dentro da aba Entrada.

No cabeçalho da aba Anexo IV, o campo Créditos por compensação por créditos indevidos é exibido.

 

Tela 15 – Exibição da aba Anexo IV

 

Este campo é preenchido automaticamente, na medida em que os valores são inseridos na tabela da aba Anexo IV.

 

Tela 16 – Valores são atualizados automaticamente

 

4.3.6 – Outros Créditos (Anexo XIV)

O preenchimento de informações de Outros créditos deve ser realizado na aba Anexo XIV, que fica dentro da aba Entrada.

No cabeçalho da aba Anexo XIV, o campo Outros créditos é exibido:

 

Tela 17 – Exibição da aba Anexo XIV

 

Este campo é preenchido automaticamente, na medida em que os valores são inseridos na tabela da aba Anexo XIV.

 

Tela 18 – Valores são atualizados automaticamente

 

4.4 – Preenchimento dos Débitos

Após o preenchimento dos créditos, passamos para a etapa de preenchimento dos débitos.

 

4.4.1 – Aba Resumo

Ainda na janela GIA-RS, na aba Resumo que fica dentro da aba Principal, junto aos valores totais dos Créditos, é possível conferir também os totais dos Débitos, separados por tipos de débito.

 

Tela 19 – Valores totais de todos os débitos são mostrados na aba Resumo junto aos créditos

 

Veja o que significa cada um dos tipos de débitos:

 

  • Débitos por saídas: Neste campo são demonstrados todos os débitos, exceto os débitos que precisam ser detalhados nos outros campos. Os débitos por saída são obtidos automaticamente, a partir da apuração realizada no tópico 4.1 Geração da Apuração de ICMS/ICMS-ST.

 

  • Débitos por importação: Neste campo deve ser preenchido o valor dos débitos relativos às importações de mercadoria ou bem do exterior, às arrematações em leilão e às aquisições em licitação pública, de mercadorias importadas do exterior apreendidas ou abandonadas e às utilizações de serviço.

 

  • Débitos de resp. compens.: Neste campo deve ser preenchido o valor dos débitos de responsabilidade compensáveis.

 

  • Débitos por transferências: Neste campo são demonstrados todos os débitos por notas de transferência de créditos e de saldo credor, ou seja, que foram cadastradas no sistema com os CFOPs 5601, 5602 ou 5605.

 

  • Débitos por compensação: Neste campo deve ser preenchido o valor dos débitos compensados diretamente com créditos fiscais.

 

  • Fundo Ampara/RS: Neste campo é demonstrado o resultado do cálculo dos valores lançados nas outras abas conforme exemplo abaixo:

 

Tela 20 – Exemplo de cálculo do Fundo Ampara para a aba Resumo

 

  • Outros débitos: Neste campo é demonstrado o somatório dos lançamentos efetuados no Anexo XV, que fica dentro da aba Saída da janela GIA-RS. São os lançamentos detalhados de outros débitos.

 

4.4.2 – Débitos por Saídas (Anexos V, V.A e V.C)

Na aba Anexo V, que fica dentro da aba Saída na tela GIA-RS, é demonstrada uma grade com a composição dos valores totais, agrupados por CFOP. Além disso, o total dos valores é demonstrado no campo Débitos por saída. Lembramos que essas informações são preenchidas automaticamente, a partir da apuração do imposto realizada no tópico 4.1 Geração da Apuração de ICMS/ICMS-ST.

O preenchimento das informações referentes às saídas isentas ou não tributadas deve ser realizado na aba Anexo V.A. Para acessá-la, clique na aba Anexo V, que fica dentro da aba Saída. Depois, dentro da aba Anexo V, clique nas setas amarelas correspondentes dentro da coluna Isent. ou não trib..

 

Tela 21 – Anexo V.A é acessível pela coluna Isent. ou não trib., dentro da aba Anexo V

 

No cabeçalho da aba Anexo V.A, os campos Isent. ou não trib. apurado, Isent. ou não trib. digitado e Diferença são exibidos:

 

Tela 22 – Exibição da aba V.A

 

  • Isent. ou não trib. Apurado:

Este campo é preenchido automaticamente, a partir da apuração do imposto realizada no tópico 4.1 Geração da Apuração de ICMS/ICMS-ST, com o somatório das bases isentas de todas as notas lançadas no período.

 

  • Isent. ou não trib. Digitado:

Este campo é preenchido automaticamente, na medida em que é realizado o preenchimento de valores na tabela da aba Anexo V.A.

 

  • Diferença:

Este campo é preenchido automaticamente, com o resultado da diferença entre os valores dos campos Isent. ou não trib. apurado e Isent. ou não trib. digitado.

Enquanto houver diferença entre o valor apurado e o valor digitado, o campo Diferença exibe a cor vermelha. Quando a diferença atingir o valor zero, o campo volta à cor padrão:

 

Tela 23 – Quando a diferença chegar a zero, a cor do campo volta ao padrão da tela

 

O preenchimento das informações referentes às outras saídas deve ser realizado na aba Anexo V.B. Para acessá-la, clique na aba Anexo V, que fica dentro da aba Saída. Depois, dentro da aba Anexo V, clique nas setas amarelas correspondentes dentro da coluna Outras.

 

Tela 24 – Anexo V.B é acessível pela coluna Outras, dentro da aba Anexo V

 

No cabeçalho da aba Anexo V.B, são exibidos os campos Outras apurada, Outras digitada e Diferença.

 

Tela 25 – Exibição da aba V.B

 

  • Outras apurada: Este campo é preenchido automaticamente, a partir da apuração do imposto realizada no tópico 4.1 Geração da Apuração de ICMS/ICMS-ST, com o somatório das bases outras de todas as notas lançadas no período.

 

  • Outras digitada: Este campo é preenchido automaticamente, na medida em que é realizado o preenchimento de valores na tabela da aba Anexo V.B.

 

  • Diferença: Este campo é preenchido automaticamente, com o resultado da diferença entre os valores dos campos Outras apurada e Outras digitada.

 

Enquanto houver diferença entre o valor apurado e o valor digitado, o campo Diferença exibe a cor vermelha. Quando a diferença atinge o valor zero, o campo volta à cor padrão.

 

Tela 26 – Quando a diferença chegar a zero, a cor do campo volta ao padrão da tela

 

O Preenchimento das informações referentes às importâncias excluídas deve ser realizado na aba Anexo V.C. Para acessá-la, clique na a aba Anexo V, que fica dentro da aba Saída. Depois, dentro da aba Anexo V, clique nas setas amarelas correspondentes dentro da coluna Imp. excluídas.

 

Tela 27 – Anexo V.C é acessível pela coluna Imp. excluídas, dentro da aba Anexo V

 

No cabeçalho da aba Anexo V.C, apenas o campo Importâncias excluídas é exibido.

 

Tela 28 – O único campo exibido é o de Importâncias excluídas

 

4.4.3 – Débitos Por Transferências (Anexo VI)

O preenchimento das informações referentes aos débitos transferidos por créditos apurados deve ser realizado na aba Anexo VI, que fica dentro da aba Saída. Este anexo é preenchido por todos os contribuintes que tiverem transferido créditos ou saldo credor, inclusive para outros estabelecimentos da mesma empresa.

No cabeçalho da aba Anexo VI, os campos Débitos por transferência de créditos apurado, Débitos por transferência de créditos digitado e Diferença são exibidos.

 

Tela 29 – Exibição da aba Anexo VI

 

  • Débitos por transferências apurado: Este campo é preenchido automaticamente, a partir da apuração do imposto realizada no tópico 4.1 Geração da Apuração de ICMS/ICMS-ST. São demonstrados os créditos oriundos de notas que foram cadastradas com os CFOPs 5601, 5602 ou 5605.

 

  • Débitos por transferências digitado: Este campo é preenchido automaticamente, na medida em que é realizado o preenchimento de valores na tabela da aba Anexo VI.

 

  • Diferença: Este campo é preenchido automaticamente, com o resultado da diferença entre os valores dos campos Débitos por transferências de crédito apurado e Débitos por transferências de créditos digitado.

 

Enquanto houver diferença entre o valor apurado e o valor digitado, o campo Diferença exibe a cor vermelha. Quando a diferença atingir o valor zero, o campo volta à cor padrão.

 

4.4.4 – Outros Débitos (Anexo XV)

O preenchimento das informações referentes aos Outros débitos deve ser realizado no Anexo XV, que fica dentro da aba Saída.

 

Tela 30 – Exibição da aba Anexo XV

 

O único campo exibido na janela do Anexo XV é o Outros débitos. Este campo é preenchido automaticamente, na medida em que os valores são inseridos na tabela da tela Anexo XV.

 

Tela 31 – O valor de Outros débitos é atualizado automaticamente

 

4.4.5 – Alternativa Para Preenchimento dos Campos de Créditos e Débitos

As abas Anexo I, Anexo II, Anexo III, Anexo IV, Anexo XIV, Anexo V, Anexo VI e Anexo XV, contidas nas abas Saída e Entrada, contam ainda com uma maneira alternativa de acesso.

Em vez de clicar nas abas, a partir da aba Resumo, é possível utilizar as setas amarelas que se localizam ao lado de cada campo, elas levam o usuário para a aba correspondente.

 

Tela 32 – As setas amarelas voltadas para a direita avançam até a janela correspondente

 

Da mesma maneira é possível voltar para a aba Resumo, clicando nas setas voltadas para a esquerda.

 

Tela 33 – As setas amarelas voltadas para a esquerda levam o usuário de volta à aba Resumo

 

4.5 – Estoque (Quadro E)

Na aba Principal, acesse a aba Estoque. Nesta janela, devem ser preenchidos os valores, Inicial e Final, do estoque de mercadorias, produtos prontos e em fase de elaboração, matérias-primas, materiais secundários e embalagens, existente, no período, no estabelecimento ou em poder de terceiros.

 

Tela 34 – Exibição da aba Estoque

 

  • Próprio, tributário, no estabelecimento e/ou em poder de terceiros: Informe o valor inicial e final do estoque próprio, tributado, relativo ao mês referência.

 

  • Próprio, isen. ou não trib., no estabelecimento e/ou em poder de terceiros: Informe o valor inicial e final do estoque próprio, isento ou não tributado, relativo ao mês referência.

 

  • Total próprio: Este campo é preenchido automaticamente com a soma dos dois campos anteriores

 

  • Pertence ao estabelecimento, em poder de terceiros: Informe o valor inicial e final do estoque pertencente ao estabelecimento, em poder de terceiros, relativo ao mês referência.

 

  • Pertence a terceiros, em poder do estabelecimento: Informe o valor inicial e final do estoque pertencente a terceiros, em poder do estabelecimento relativo ao mês referência.

 

  • Total: Este campo é preenchido automaticamente com a soma total de todos os valores preenchidos pelo usuário nos campos anteriores (exceto o campo Total próprio, que é um campo de preenchimento automático).

 

  • Início das atividades: Selecione esta opção se for a primeira GIA da empresa.

 

  • Fim das atividades ou Mudança de Categoria em 31/12: Selecione este opção se a GIA for para encerramento da empresa.

 

4.6 – Pagamentos de ICMS Efetuados no Mês de Referência (Anexo VIII)

Devem ser informadas as informações dos pagamentos de ICMS efetuados no mês de referência. Para acessar a janela clique na aba Principal, depois na aba Anexo VIII.

 

Tela 35 – Exibição da aba Anexo VIII

 

  • ICMS próprio: Informe o valor do ICMS próprio vencido e pago na ocorrência do fato gerador, bem como o relativo a pagamento antecipado.

 

  • ICMS-ST trib. exceto diferimento: Informe o valor do ICMS de responsabilidade por substituição tributária, exceto diferimento, vencido e pago na ocorrência do fato gerador.

 

  • CGC/TE Centralizador (Pagamentos nos prazos): Informe o número de inscrição no CGC/TE do estabelecimento centralizador, se o contribuinte desejar efetuar a centralização do pagamento do imposto por período de apuração/vencimento em um dos seus estabelecimentos.

 

  • Dia inicial e final (pagamentos nos prazos): Informe o dia inicial e o final do período de apuração.

 

  • Vencimento (pagamentos nos prazos): Informe a data de vencimento, por período de apuração (formato DD/MM/AAAA), todos os débitos vencidos e pagos relativos à mesma data de vencimento e período de apuração devem ser registrados na mesma linha.

 

  • ICMS Próprio (pagamentos nos prazos): Informe o valor total, por período de apuração, dos débitos próprios vencidos e pagos no mês de referência.

 

  • ICMS-ST (Pagamentos nos prazos): Informe o valor total, por período de apuração, dos débitos de responsabilidade por substituição tributária, exceto diferimento vencidos e pagos no mês de referência.

 

  • Pagamento de ICMS efetuados no mês de referência: Este campo é preenchido automaticamente com a soma de todos os valores preenchidos nos campos deste anexo.

 

  • ICMS Pró. Ampara: Informe o valor de ICMS próprio referente ao Fundo Ampara/RS.

 

  • ICMS-ST Ampara: Informe o valor de ICMS-ST referente ao Fundo Ampara/RS.

 

4.7 – Discriminação dos Débitos Vencidos na Ocorrência do Fato Gerador e Não Pagos (Anexo IX)

No Anexo IX, deve ser realizada a discriminação dos débitos vencidos na ocorrência do fato gerador e não pagos. Clique na aba Principal, depois na aba Anexo IX.

 

Tela 36 – Tela de exibição do Anexo IX

 

  • CGC/TE Centralizador: Informe o número de inscrição no CGC/TE do estabelecimento centralizador, se o contribuinte desejar efetuar a centralização do pagamento do imposto, por período de apuração/vencimento, em um dos seus estabelecimentos.

 

  • Dia do vencimento: Informe o dia de vencimento, devendo todos os débitos relativos a cada dia ser registrados na mesma linha (formato DD).

 

  • ICMS Próprio: Informe o valor total, por dia de vencimento, dos débitos próprios vencidos na ocorrência do fato gerador e não pagos.

 

  • ICMS-ST: Informe o valor total, por dia de vencimento, dos débitos de responsabilidade por substituição tributária, exceto diferimento, vencidos na ocorrência do fato gerador e não pagos.

 

  • ICMS Pró. Ampara: Informe o valor de ICMS próprio referente ao Fundo Ampara/RS.

 

  • ICMS-ST Ampara: Informe o valor de ICMS-ST referente ao Fundo Ampara/RS.

 

4.8 – Discriminação ICMS a Recolher, Inclusive Saldo Acumulado (Anexo X)

Na aba Principal, acesse a aba Anexo X. Nesta janela, devem ser preenchidos os débitos do imposto a recolher, inclusive saldo devedor acumulado.

 

Tela 37 – Exibição da aba Anexo X

 

  • CGC/TE Centralizador: Informe o número de inscrição no CGC/TE do estabelecimento centralizador, se o contribuinte desejar efetuar a centralização do pagamento do imposto, por período de apuração/vencimento, em um dos seus estabelecimentos.

 

  • Dia Inicial: Informe o dia inicial do período de apuração (Formato DD).

 

  • Dia Final: Informe o dia inicial do período de apuração (Formato DD).

 

  • Vencimento: Informe a data de vencimento, por período de apuração (formato DD/MM/AAAA), devendo todos os débitos a recolher relativos ao mesmo vencimento e período de apuração ser registrados na mesma linha.

 

  • ICMS Próprio: Informe o valor total, por data de vencimento, dos débitos próprios a recolher.

 

  • ICMS-ST: Informe o valor total, por data de vencimento, dos débitos de responsabilidade de substituição tributária, exceto diferimento, a recolher.

 

  • ICMS Pró. Ampara: Informe o valor de ICMS próprio referente ao Fundo Ampara/RS.

 

  • ICMS-ST Ampara: Informe o valor de ICMS-ST referente ao Fundo Ampara/RS.

 

4.9 – ICMS – Substituição Tributária

Caso a empresa tenha efetuado operações com substituição tributária no período, deve-se marcar a opção Realizou a operação com ST.

 

Tela 38 – Exibição da aba ICMS-ST

 

Na aba ICMS-ST, os campos Outros créditos, Outros débitos, Texto outros créditos e Texto outros débitos devem ser preenchidos.

 

As informações relativas às entradas com substituição tributária devem ser informadas no Anexo VII.A, disponível dentro da aba ICMS-ST.

 

Tela 39 – Exibição da aba Anexo VII.A

 

As informações referentes às operações de saída devem ser listadas na aba Anexo VII.B, também acessível na aba ICMS-ST.

 

Tela 40 – Exibição da aba Anexo VII.B

 

5 – GERAÇÃO E GRAVAÇÃO DO ARQUIVO

Depois de preencher corretamente todos esses campos, falta apenas uma última etapa. A geração do arquivo da GIA. No entanto, antes de gerar o arquivo, é importante conferir a pasta onde ele será gravado. Para isso, acesse o seguinte caminho de menu:

Administração > Inicialização do sistema > Configurações gerais

 

Na sequência, selecione a aba Caminho e, na tela que se abrirá, descreva o caminho em que o arquivo será salvo ou selecione a pasta clicando no botão laranja no final do campo.

 

Tela 41 – Escolha a pasta para criar o arquivo

 

Depois de escolher a pasta, volte para a janela GIA-RS e clique no botão Gerar GIA, localizado na parte inferior direita da janela.

 

Tela 42 – Etapa de geração das GIA

 

Quando as informações do período são adicionadas ou modificadas para a GIA, é necessário atualizá-las antes de gerar o arquivo. Por isso, caso você não o tenha feito, o SAP exibirá uma mensagem de solicitação quando clicar no botão Gerar GIA.

 

Tela 43 – É necessário atualizar a GIA toda vez que as informações são adicionadas ou modificadas

 

Se esta mensagem aparecer, clique em OK para fechá-la, depois, basta clicar no botão Atualizar e em seguida Gerar a GIA novamente.

 

Tela 44 – O botão de atualizar substitui o OK

 

Assim que atualizar as informações e pedir para gerar a GIA, outra mensagem de confirmação será exibida.

 

Tela 45 – Confirmação para a geração da GIA

 

Confirme com OK. O arquivo será gravado no diretório definido anteriormente na Pasta de ampliações.

Uma pasta com o nome "GIARS" será criada na pasta escolhida e, dentro dela, o arquivo é gerado com o nome de acordo com a forma exibida na Tela 46.

 

Tela 46 – Esquemático de nomeação do arquivo

 

6 – RETIFICAÇÃO DA GIA – RS

Observadas as instruções previstas no Manual da Guia de Informação e Apuração do ICMS do RS, é possível retificar a GIA.

No SAP Business One, os ajustes necessários devem ser feitos na base de dados primeiro, depois, é preciso encontrar o período a ser retificado, fazer as alterações e gerar a GIA novamente. Essa correção pode ser feita na própria janela GIA-RS:

Triple One > PROFIS – Procedimentos Fiscais > Arquivos Digitais > GIA – Rio Grande do Sul

 

Quando abrir a janela GIA-RS, lembre-se de verificar se o SAP está no modo de procura. Por padrão, o Triple One já inicia a janela GIA-RS no modo de procura, porém, se não estiver, basta clicar no ícone: Quando no modo de procura, selecione o período que deseja retificar:

 

Tela 47 – Primeiro passo para corrigir a GIA é encontrar o período incorreto

 

O Triple One vai apresentar as informações do período encontrado na tela, basta fazer as correções necessárias. Depois, atualize as informações clicando no botão Atualizar, antes de pedir a geração da GIA novamente.

 

Observação: Não se esqueça de selecionar a opção Retificadora, localizada no canto superior direito da janela.

 

Tela 48 – Não se esqueça de marcar a opção Retificadora para a correção da GIA

Updated on 2 de outubro de 2020

Essa instrução foi útil?

Top
MODAL 01