1. Home
  2. T1 - PROFIS - NFTS - Serviços Tomados - SP
  3. PNF000 – PROFIS – NFTS – Serviços Tomados – São Paulo – SP

PNF000 – PROFIS – NFTS – Serviços Tomados – São Paulo – SP

Versão 1.01 (18/11/2020)

1 – APRESENTAÇÃO

Esse manual apresenta as funcionalidades do módulo NFTS – Serviços Tomados – São Paulo – SP do addon Triple One, desenvolvido para o SAP Business One.

 

O sistema atende a geração dos registros Tipo 1, Tipo 4 e Tipo 9 do leiaute versão 001 descrito no Manual Arquivo de Envio de NFTS em Lote – Instruções e Layout versão 2.7 da Prefeitura de São Paulo.

 

2 – INFORMAÇÕES INICIAIS

As informações que aparecem nas telas deste manual, utilizadas para preencher os campos do sistema, servem apenas para exemplificação e não devem ser consideradas como orientação sobre o conteúdo a ser preenchido ou sobre as regras fiscais vigentes. Sendo assim, cada usuário é responsável por toda informação a ser inserida no seu próprio sistema. Todos os exemplos foram elaborados na configuração padrão do SAP Business One.

Para facilitar a interpretação deste manual, utilizamos a cor azul para identificar o nome de qualquer campo de preenchimento, nome de tela ou dado do sistema e a cor verde foi utilizada para indicar os caminhos de menus a serem seguidos.

 

A reprodução deste manual, ou de parte dele, é proibida.

 

3 – PREMISSAS

 

3.1 – Cadastro do Item

O cadastro do serviço deve ser realizado de forma individual, para possibilitar as devidas classificações e, o item deverá estar classificado como serviço, na tela Dados do Cadastro do Item.

 

Tela 1 – Cadastro do Item

 

3.2 – Documento de Marketing

Serão escriturados, apenas, os documentos escriturados no módulo Nota Fiscal de Entrada do SAP, com a sequência Externo.

 

Tela 2 – Documento de Marketing de Entrada

 

4 – CONFIGURAÇÕES

O módulo NFTS – Serviços Tomados – São Paulo pode ser acessado pelo seguinte caminho:

Triple One > PROFIS – Procedimentos Fiscais > Arquivos digitais > NFTS – Serviços Tomados – São Paulo

 

Tela 3 – Módulo NFTS – Serviços Tomados – São Paulo

 

No primeiro acesso ao menu NFTS – Serviços Tomados – São Paulo, é apresentada uma mensagem do sistema, informando sobre a necessidade de verificar as configurações.

 

Tela 4 – Mensagem de alerta no primeiro acesso ao sistema

 

Ao clicar no botão Sim, é habilitada a tela Configuração – NFTS – São Paulo. Nela, devem ser informados:

  • Campo Modelo: os modelos de documento que devem ser considerados na escrituração;
  • Campo Aplicável: se os documentos informados devem ser escriturados apenas quando o serviço tomado for de fora do município ou, em todos os casos;
  • Campo Tipo Documento: a classificação dos documentos de acordo com as opções da própria prefeitura.

 

Tela 5 – Configuração – NFTS – São Paulo

 

Observação: Se clicar no botão Não, da mensagem de alerta, é possível acessar a tela de configurações pelo botão Configuração.

 

Tela 6 – Botão para acessar a tela de configurações

 

Caso seja necessário remover alguma informação inserida, selecione a linha referente a ela, e seguida clique em Remover. Para salvar as informações, é necessário clicar no botão Atualizar.

 

Tela 7 – Selecione o botão Remover para excluir as informações cadastradas

 

5 – GERAÇÃO DO ARQUIVO

Ao acessar o módulo, NFTS – Serviços Tomados – São Paulo, a tela Geração do Arquivo – NFTS – São Paulo é aberta.

Informe os filtros (Empresa, Data De, Até, Status) e clique no botão Consultar. Também é possível filtrar pelo nome do PN, utilizando o campo Nome.

 

Tela 8 – Filtros para a consulta dos documentos

 

Tela 9 – Exemplo de apresentação dos documentos de acordo com os filtros

 

Observação: Ao abrir a tela NFTS – Serviços Tomados – São Paulo, será realizada, de forma automática, uma consulta de documentos com a data inicial e final do mês da data atual, onde serão exibidos somente os documentos com status Não gerados.

 

Para realizar a geração do arquivo, selecione as linhas dos documentos consultados, anteriormente, e por fim clique no botão Gerar Arquivo.

 

Tela 10 – Clique no Botão Gerar Arquivo

 

Um arquivo TXT é gerado com as informações de todos os documentos selecionados e será salvo numa pasta com o nome NFTS, na pasta de ampliações. Por meio do botão Pasta NFTS é possível acessar a pasta.

 

Tela 11 – Exemplo de arquivo gerado

 

Observações:

  • Serão gerados, somente, os registros do Tipo 1, 4 e 9.
  • No arquivo, o campo Regime Tributação serve para informar se o fornecedor é Normal ou Simples Nacional (DAMSP), Simples Nacional (DAS) ou MEI. Por padrão este campo será preenchido com 0 – Normal ou Simples Nacional (DAMSP).

 

Após gerar o arquivo, as notas só aparecem na tela se o Status estiver como Gerados:

 

Tela 12 – Documentos com status Gerados

 

5.1 – Regras de Geração dos Campos do Arquivo

O registro tipo 4, referente às informações da nota de serviço tomado, será escriturado com base nas informações do Cadastro do Item, Cadastro do PN e Documento de Marketing.

 

5.1.1 – Campo 5 – Data da prestação do serviço

Será considerada a informação do campo de usuário Data da aquisição/prestação. Caso não haja informação neste campo, serão escriturados os dados inseridos no campo Data do documento do documento de marketing.

 

Tela 13 – Campos referentes ao preenchimento do campo 5 – Data da Prestação

 

5.1.2 – Campo 6 – Situação da NFTS

Será contemplado apenas o envio de documentos com o status normal, ou seja, não serão considerados os documentos cancelados. O campo será preenchido com a opção N-Normal.

 

5.1.3 – Campo 7 – Tributação do serviço

Será escriturada a informação inserida no campo de usuário Tipo de Tributação do documento de marketing. Este campo pode ser preenchido com os valores T, I ou J, referentes, respectivamente, a Operação Normal, Imune e ISS Suspenso por Decisão Judicial.

 

Tela 14 – Campo de usuário referente ao preenchimento do campo 7 – Tributação do Serviço

 

5.1.4 – Campo 9 – Valor das Deduções

Neste campo, haverá a escrituração dos valores de retorno, inseridos no campo Valor da Dedução e/ou Valor de Materiais a Deduzir.

 

Tela 15 – Documento de marketing com o Valor da dedução no código de imposto

 

Tela 16 – Documento de marketing com Valor de materiais a deduzir no código de imposto do item

 

5.1.5 – Campo 10 – Código do serviço tomado

Serão escriturados, por padrão, os dados inseridos no campo Código Municipal do Serviço, do Cadastro do Item. Contudo, caso possua o código municipal para São Paulo configurado no Cadastro do Código do Serviço, do T10 Extreme, esta informação será considerada.

 

Tela 17 – Campo Código Municipal do Serviço no Cadastro do Item

 

Tela 18 – Cadastro de Códigos de Serviço em Lote do T10 Extreme

 

5.1.6 – Campo 11 – Código do subitem da lista

Serão consideradas, por padrão, as informações inseridas no campo Item Lista de Serviços, do Cadastro do Item. Contudo, caso seja configurado o campo Lei Complementar 116/03 do Cadastro do Código do Serviço, do T10 Extreme, esta informação será considerada.

 

Tela 19 – Campo Item Lista de Serviços

 

Tela 20 – Campo Lei Complementar 116/03 do Cadastro de Código de Serviço do T10 Extreme

 

5.1.7 – Campo 12 – Alíquota

No campo 12, do registro tipo 4 será escriturada a alíquota utilizada no imposto retido, do tipo ISS do documento de marketing.

 

Tela 21 – Campo alíquota do Imposto Retido

 

5.1.8 – Campo 13 – ISS Retido

O campo 13, do registro tipo 4 será preenchido se houver ISS Retido no documento de marketing.

 

Tela 22 – Campo Valor IRF referente à composição ISS retido

 

5.1.9 – Campo 14 – Indicador de CPF/CNPJ do Prestador

Serão escrituradas, no campo 14, as informações dos campos CNPJ, CPF ou ID de estrangeiro do Cadastro de parceiros de negócios. Se não houver informação em um desses campos, o campo 14 do arquivo será escriturado em branco.

 

Tela 23 – Campos referente à identificação no Cadastro do PN

 

5.1.10 – Campo 27 – Tipo de NFTS

O campo 27 será escriturado com 1 – Nota Fiscal do Tomador.

 

5.1.11 – Campo 28 – Regime de Tributação

Por padrão este campo será preenchido com 0 – Normal ou Simples Nacional (DAMSP). Contudo, caso deseje alterar o valor a ser exibido, será necessário configurar o campo NFTS – Regime Tributação, ta tabela de usuário SKILL_SERVT_PN – Serv. Tomados – Cadastro PN.

                     

                                                                                                 

Tela 24 – Tabela de usuário SKILL_SERVT_PN – Serv. Tomados – Cadastro PN

 

Tela 25 – Campo para definir o regime de tributação

 

5.1.12 – Campo 30 – Discriminação dos Serviços

Serão escrituradas no campo 30, as informações do campo Descrição do Item, do documento de marketing.

 

Tela 26 – Campo Descrição, do documento de marketing

Updated on 18 de novembro de 2020

Essa instrução foi útil?

Top
MODAL 01