Governo anuncia proteção cambial para investimento verde

Em uma iniciativa para atrair investimento estrangeiro em larga escala e financiar o Plano de Transformação Ecológica no Brasil, o governo federal anunciou, em 26/02, uma parceria estratégica com o Banco Mundial e o Reino Unido. Essa parceria visa oferecer proteção cambial a investidores estrangeiros interessados em desenvolvimento sustentável. Com essa medida, investidores terão mais segurança ao direcionar recursos para projetos como energia renovável e infraestrutura sustentável, mesmo diante de oscilações no valor do dólar. 

O Plano de Transformação Ecológica tem como objetivo principal mobilizar investimento estrangeiro direto para projetos de mitigação e adaptação climática, com foco em iniciativas de longo prazo. Inicialmente previsto para atingir até US$ 3,4 bilhões em operações de hedge cambial patrocinadas, o programa agora poderá alcançar um montante ainda maior com a nova participação do Banco Mundial e do Reino Unido. 

Essa iniciativa visa aproveitar o rating de crédito triplo A do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para ampliar o acesso a derivativos com cobertura estendida e custos mais competitivos para investimentos em transformação ecológica. Para operacionalizar essa estratégia, será apresentada uma medida provisória, além da assinatura de um contrato global de derivativos entre o Banco Central e o BID. 

O risco cambial é identificado por especialistas como uma das principais barreiras para atrair retornos atrativos para os projetos verdes brasileiros. Portanto, a medida foi recebida com entusiasmo por especialistas em sustentabilidade, que a enxergam como um passo fundamental para desbloquear o potencial do Brasil no campo dos investimentos verdes. 

A proteção cambial proporcionará aos investidores a segurança necessária para proteger seus investimentos contra flutuações cambiais, um fator crucial na tomada de decisões de investimento. Com isso, o Brasil poderá aproveitar seu enorme potencial para investimentos verdes, superando a volatilidade do dólar, um dos principais obstáculos para os investidores. 

Os benefícios desse plano incluem o aumento dos investimentos em projetos verdes, a geração de empregos e a redução das emissões de carbono. A implementação do plano está prevista para iniciar em breve, com o governo finalizando os detalhes para que esteja em pleno funcionamento até o final do ano. 

 

Saiba mais aqui!

 

Equipe Skill


Compartilhe nas redes
Deixe seu comentário

1 × dois =