IR 2020 – Como é feita a restituição do IRPF?

A restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física é a devolução da parte do tributo paga a mais pelo contribuinte. As restituições são priorizadas pela data de entrega, portanto o quanto antes você declarar, antes receberá sua restituição.

Nos últimos anos, a restituição tem sido feita em 7 lotes, mas esse ano será feita em 5. São eles:

  • 1º lote: 29 de maio de 2020;
  • 2º lote: 30 de junho de 2020;
  • 3º lote: 31 de julho de 2020;
  • 4º lote: 31 de agosto de 2020; e
  • 5º lote: 30 de setembro de 2020.

O seu valor é atualizado pela taxa de juros Selic, acumulada a partir do mês de maio do ano de exercício da declaração até o mês anterior ao pagamento, somado a 1% no mês do depósito.

O depósito do pagamento é feito pela Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) em conta corrente ou poupança de titularidade do beneficiário, informada na declaração.

É possível consultar a situação de sua restituição no site da Receita Federal.

O contribuinte pode, dentro do período de um ano da disponibilização da restituição na rede bancária, corrigir eventuais erros nos dados bancários informados no pedido de pagamento de restituição. Basta ir pessoalmente a qualquer agência do Banco do Brasil ou entrar em contato com a Central de Atendimento do Banco do Brasil pelos telefones:

  • Para capitais: 4004-0001
  • Para as demais localidades: 0800-729-0001
  • Deficientes auditivos podem entrar em contato pelo número: 0800-729-0088